Gaeco deflagra Operação Citrus em Apicum-Açu, Cururupu e São Luís

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão realiza, neste momento, a Operação Citrus. Os alvos da operação estão situados nas cidades de Apicum/Açu, Cururupu e São Luís, locais onde estão sendo cumpridos os mandados de busca e apreensão requeridos pelo órgão ministerial e deferidos pelo Poder Judiciário.

Um dos locais de busca fica na Avenida São Sebastião, no Cruzeiro do Anil, onde funciona a Rede de Postos de Combustíveis Guará. No galpão do posto, foram encontrados documentos da Prefeitura de Apicum Açu. Em outro endereço, localizado no Recanto dos Vinhais, estaria funcionando uma Fundação Comunitária de Apicum-Açu.

O MPMA requereu busca e apreensão em 13 alvos (empresas e residências), além de decretação da prisão temporária como medida imprescindível para a continuidade das investigações. O pedido foi deferido pelo juiz Adriano Lima, da Comarca de Bacuri.

O Inquérito Civil nº 016/2019 foi instaurado no âmbito da Promotoria de Justiça de Bacuri a fim de apurar atos de improbidades administrativas e/ou possíveis ilícitos criminais envolvendo os investigados. Causou estranheza o fato de o investigado ter construído três postos de combustíveis – sendo dois em Apicum-Açu e um em Cururupu tão somente com dinheiro oriundo de eventos.

O empresário apresentou Imposto de Renda declarando com renda incompatível para a construção de três postos de gasolina.

Fonte: Blog do Diego Emir

PF prende suspeitos com supostas notas falsas em Cidelândia

Na noite do dia 25/05, a Polícia Militar do Maranhão apresentou na DPF/ITZ, quatro pessoas presas em flagrante por colocarem em circulação e guardarem cédulas falsas no município de Cidelândia/MA.

Os policiais militares informaram que receberam informações de que uma mulher havia repassado uma cédula falsa de R$ 20,00 em uma mercearia do município de Cidelândia/MA, a qual estava acompanhada de 3 homens em um veículo S- 10 de cor branca. Então, passaram a realizar diligências para localizar os suspeitos e o veículo mencionado.

O veículo foi avistado na saída da cidade e abordado pelos policiais militares, que encontraram em seu interior e com os conduzidos, a quantia de R$ 970,00 em cédulas aparentemente falsas de R$ 20,00, R$ 50,00 e R$ 100,00. Por fim, ao serem inquiridos pela Autoridade Policial, os presos negaram que tivessem conhecimento sobre a falsidade das cédulas apreendidas.

Diante disso, foi dada voz de prisão para os conduzidos, os quais foram apresentados na DPF/ITZ/MA para lavratura de auto de prisão em flagrante pelo crime de moeda falsa, tipificado no art. 289, §1o, do Código Penal.

Os presos permaneceram na DPF/ITZ/MA pelo tempo da lavratura do auto de prisão em flagrante, tendo sido transferidos na manhã do dia 26/05/2021 para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz/MA.

Comunicação Social da Polícia Federal no Maranhão

Carlos Lula garante 300 mil novas doses de vacina contra a Covid-19

Os quatro municípios da Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) vão receber 300mil doses a mais de vacinas para acelerar a imunização contra a Covid-19 na população. O anúncio foi feito pelo secretário da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, nas redes sociais.

“300 mil doses a mais de vacina para a Grande Ilha que chegarão nos próximos dias. Uma cota extra que vai nos permitir acelerar nossa vacinação. Esse foi o resultado do encontro de ontem com o Ministro da Saúde”, escreveu na página do Twitter.

Carlos Lula mostra mais uma vez habilidade em gerenciar crises e desatar os nós da política em meio a pandemia. “Não precisamos ter as mesmas ideias, nem defender as mesmas bandeiras políticas. Mas é preciso, em meio a uma pandemia, haver união e diálogo entre todos os entes da Federação. Cuidar das pessoas. Isso é o que importa”.

Para o ministro Marcelo Queiroga, o secretário “é uma liderança nacional”. ´Por sua atuação, Carlos Lula tem sido o principal porta-voz da saúde do país e o Maranhão conquistou o reconhecimento de estado com o melhor enfrentamento à pandemia da Covid-19.

As novas doses chegaram nesta segunda-feira (24).

Carlos Lula reúne com secretários de saúde da Grande Ilha e define grupo para vacinação com novas doses da Covid-19

O secretário da Saúde do Estado, Carlos Lula, convocou os secretários municipais de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar para definir o público-alvo e as estratégias de imunização da população que faz parte da Grande Ilha.

São 300 mil doses de Astrazeneca para vacinar até 20% da população da Ilha. “A partir desta terça-feira (25), os municípios de São Luís, Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa receberão as doses que vão nos permitir acelerar o processo de imunização. Nesta reunião, pudemos decidir o público que vai ser beneficiado inicialmente e as estratégias para realizar essa imunização. O importante é vacinar mais e mais rápido, além de estarmos todos unidos com um objetivo só, cuidar das pessoas”, avaliou o secretário Carlos Lula.

Os secretários definiram a vacinação de acordo com o Programa Nacional de Imunizações. Serão beneficiados trabalhadores da indústria, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos, além de pessoas com deficiência, a partir de 45 anos.

Lugar de comida é na mesa

Por Carlos Brandão

Só quando se tem a oportunidade de conhecer a história de pessoas impactadas com as ações sociais do nosso governo é que se consegue dimensionar o trabalho que vem sendo feito. É realmente muito gratificante e nos enche de esperança ver o Maranhão respirando dignidade.

Dona Lenice (foto), que há vinte anos mora no que ela chama de “assentamento”, nos deu um depoimento de extremo sentimento e bondade. Não ficaram esquecidos os momentos difíceis que viveu, tendo que criar três filhos carregando lata d’água na cabeça. Mas, seu sorriso de agradecimento e de certeza de dias melhores é o que realmente marca.

Conhecer pessoas como dona Lenice, no povoado Alegria – da cidade de Davinópolis -, revigora nosso ânimo. Para ela, a chegada da água de qualidade nas torneiras – através de um sistema simplificado de abastecimento que implantamos -, é um sonho realizado. E aqui faço um registro ao deputado federal maranhense Zé Carlos/PT, que destinou recursos para a obra, executada pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar.

É como se dissesse: “chegaram”. E chegamos mesmo! Por todo o Maranhão, onde ações como esta se multiplicam e continuam modificando a vida dos maranhenses. E dou um bom exemplo disso a seguir.

É fato de que continuamos enfrentando um vilão muito perigoso que, além de vidas, tem tirado o sono de muita gente que viu limitada a sua capacidade de alimentar os seus. As restrições sanitárias atingiram milhares de famílias; muitas perderam totalmente suas rendas.

Mas, lugar de comida é na mesa. Por isso, o governador Flávio Dino resolveu implantar o programa Comida na Mesa, agindo em várias frentes para garantir segurança alimentar aos mais vulneráveis. Por meio dele, Restaurantes Populares estão fornecendo o jantar a um custo de apenas um real ao consumidor.

Também, milhares de famílias estão recebendo cestas básicas, formadas com produtos adquiridos dos pequenos agricultores de nossa agricultura familiar. Ainda como parte do programa, cerca de 115 mil famílias de 207 cidades já começaram a receber o Vale Gás, uma ação coordenada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes). Serão aproximadamente 350 mil botijões distribuídos.

São passos que damos com uma satisfação gigantesca. Claro, sem deixar cair a qualidade de nosso ensino – hoje temos o terceiro melhor Índice da Educação Básica (Ideb) do Nordeste -; sem deixar de entregar novas praças, ruas dignas; sem deixar de implantar novos sistemas simplificados de abastecimento; sem esquecer, um segundo sequer, que temos compromisso com nossa gente.

Estamos muito focados em salvar vidas e em manter um nível de investimentos públicos que garanta emprego e renda. E, sinceramente, cada nova oportunidade com pessoas como a dona Lenice, cada sorriso, cada depoimento de satisfação que recebemos, nos impulsiona. Por isso, continuaremos a trilhar esse caminho, com a confiança de que estamos na direção certa, pelo bem do Maranhão.

Projeto do vereador Paulo Victor prevê parada de ônibus mais segura à noite

Vereador Paulo Victor

O vereador Paulo Victor (PCdoB) apresentou o projeto de n°024/21 que dispõe sobre o desembarque com segurança para mulheres, pessoas com deficiência e idosos usuários do Sistema de Transporte Coletivo de São Luís.

A proposta de lei diz que esse público poderá indicar o ponto que deseja desembarcar no horário das 21h às 6h, desde que o local não apresente risco à integridade física, como em pontes e viadutos. Outras cidades também estão apresentado essa proposta.

“Essa é uma forma de garantir mais segurança aos usuários do transporte público em São Luís. Muitas vezes medidas simples podem ajudar na preservação de vidas e impedir assaltos ou outros meios de violência que assustam a todos, principalmente no período noturno,” afirmou o parlamentar.

O PL destaca o art. 5º da Constituição Federal, em que diz que é dever do Estado a garantia de segurança aos cidadãos, e é justamente nesta perspectiva que o projeto possui significativa importância, tendo em vista o número crescente de crimes cometidos contra mulheres.

De acordo com estudo realizado pela Defensoria Pública do Maranhão (DPE/MA), de janeiro a agosto de 2020, 2,4 mil atendimentos de casos de violência contra a mulher foram registrado no estado. Os números apontam uma média de 300 registros por mês.

A iniciativa ainda prevê que todos os veículos que prestam o serviço de transporte coletivo tenham adesivo no espaço interno, em local de alta visibilidade, que informe o número e o conteúdo desta lei.

O projeto segue em análise nas comissões de Mobilidade Urbana, Orçamento e Constituição

Octávio Soeiro solicita instalação de posto policial no São Cristóvão

Vereador Octávio Soeiro

O vereador Octávio Soeiro (Podemos), apresentou na Câmara Municipal de São Luís, uma indicação solicitando ao Governo do Estado, um posto policial para o São Cristóvão.

Segundo o parlamentar, o posto trará mais segurança aos moradores de toda região, que estão sendo vítimas diariamente de assaltos.

“A região do São Cristóvão precisa urgentemente de policiamento. Todos os dias, país e mães de famílias estão sendo vítimas de assaltos constantemente. Espero, agora, a contribuição do Executivo Estadual e o atendimento da nossa solicitação”, disse.

O parlamentar e toda a sua equipe também já foram vítima dos criminosos, quando realizava semanas atrás vistoria em uma das avenidas de grande fluxo da área. Toda a equipe foi surpreendida por bandidos que furtaram todos os pertences.

A indicação aprovada no plenário Simão Estácio da Silveira, segue agora para a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão para que seja tomada as devidas providências.

Operação conjunta incinera 35.775 pés de maconha e outros 410,00 kg da droga já pronta

Caxias/MA – A Delegacia de Polícia Federal em Caxias/MA e a Diretoria de Inteligência da Polícia Militar do Maranhão realizaram operação conjunta de combate ao tráfico de drogas na manhã desta quarta-feira (19/05), na cidade de Caxias.

O Comandante do Batalhão da Polícia Militar de Caxias/MA recebeu notícia anônima reportando a existência de cultivo ilícito de maconha em propriedade situada na zona rural, repassando as informações ao setor de inteligência e à Polícia Federal que empreenderam diligências a fim de verificar a veracidade da informação.

Após diversas diligências, inclusive com identificação das coordenadas geográficas do local de plantação, equipes da Polícia Federal e Polícia Militar deflagraram operação para erradicação da maconha, culminando na incineração de cerca de 35.775 (trinta e cinco mil, setecentos e setenta e cinco) pés de maconha e outros 410,00 kg (quatrocentos e dez quilos) da droga já pronta para embalagem e comercialização. Os policiais também identificaram diversos barracões com mantimentos, invólucros e fitas adesivas para comercialização da droga, além de elaborado sistema de irrigação com poço, tanques, bombas e mangueiras.

Na casa localizada na propriedade, foi preso um suspeito natural do estado de Pernambuco na posse de uma espingarda calibre 12 e munições. Os envolvidos identificados poderão responder pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo (art. 12 da Lei nº 10.826/2003), tráfico de drogas (art. 33, §1º, II, da Lei nº 11.343/2006) e associação para o tráfico (art. 35 da Lei nº 11.343/2006).

Juiz defere liminar a favor da vacinação das pessoas com deficiência no Maranhão

Isabelle Passinho, ativista dos direitos da pessoa com deficiência

Após recomendação do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoas com Deficiência, a justiça, por meio de ação civil pública proposta pela Defensoria Pública (DPE/MA), determinou a vacinação desse grupo no Maranhão. A Secretaria de Estado da Saúde já foi informada da liminar para que exija dos municípios o cumprimento da decisão.

De acordo com Isabelle Passinho, ativista dos direitos da pessoa com deficiência, o movimento social vem enfrentando uma grande luta pela vacinação contra a Covid-19.

“Apesar de constar como grupo prioritário no Plano Nacional e Estadual de Imunização, afirmam que houve tratamento discriminatório, pois foram surpreendidos com a imposição de recorte socioeconômico, já que o estado e os municípios decidiram vacinar apenas pessoas com síndrome de down e pessoas com deficiência que recebem BPC. Com isso, o movimento afirma que o número de pessoas alcançadas é muito limitado, havendo exclusão de boa parte da população com deficiência que trabalha ou é aposentada ou simplesmente não consegue acessar o BPC, por conta da burocracia”, explicou.

O Conselho estadual enviou recomendação às diversas instâncias de poder, incluindo a gestão estadual e municipal, o legislativo e o judiciário.

A Defensoria Pública Estadual então ingressou com Ação Civil Pública (0814234-63.2021.8.10.0001), na Vara de Interesses Difusos e Coletivos. Nas duas audiências de conciliação, em 29 de abril e em 13 de maio, o movimento organizado lotou a sala virtual com quase 200 representantes do Fórum maranhense das entidades de pessoas com deficiência e patologia de todo o território maranhense.

O movimento Vacina já – uma dose de respeito, que tem abrangência nacional, e foi incorporado pelos ativistas locais, recebeu apoio de órgãos de defesa de direitos, como a OAB/MA, o MP estadual e o Tribunal de Justiça do MA.

Isabelle destacou que o Poder público, porém, afirmava não haver doses suficientes para atender ao grupo. “Sem acordo, o juiz deferiu liminar favorável às pessoas com deficiência, determinando prazo de 5 dias para o estado e municípios iniciarem a vacinação dessa população, pelo critério idade”, informou.

O movimento destacou que, segundo o próprio Plano Nacional de Imunização(PNI), as pessoas com deficiência estão imediatamente após o grupo de comorbidades. Mas o que se tem assistido é a reorganização da fila da vacina empurrando o grupo das pessoas com deficiência sempre para trás, violando sua prioridade.

Segundo Isabelle, os envolvidos seguem lutando pela vacina das pessoas com doenças raras e cuidadores. A defesa é que, em sua maioria, esse público depende de auxílio para atividades essenciais do dia a dia, além de necessitar de recursos de acessibilidade como cadeira de rodas, bengala, andador, razão pela qual não podem evitar contato direto, estando mais expostos ao perigo de contaminação pelo corona vírus.

“Agora, a luta e o apelo do grupo é que o estado e os municípios não recorram, mas cumpram a decisão liminar e iniciem a vacinação sem exigência de BPC em todo o Maranhão, pois essa é uma luta pela vida”, concluiu.

BRK inicia ação de recadastramento dos clientes de São José de Ribamar e Paço do Lumiar

Cerca de 107 mil usuários terão seu cadastro atualizado até o final deste ano.

A BRK Ambiental, iniciou agora um trabalho de recadastramento dos imóveis abastecidos pelos sistemas de água e esgoto de Paço do Lumiar e São José de Ribamar. O objetivo é atualizar a base de dados da empresa, conhecer o perfil dos usuários e melhorar assim o atendimento aos moradores destes municípios.

O primeiro bairro contemplado pelo trabalho de recadastramento será o Maiobão, bairro de grande densidade, totalizando 5300 mil usuários, aproximadamente. Segundo Raniere Siqueira, gerente comercial da BRK em sua unidade maranhense, a ação acontece porta a porta, num trabalho minucioso que deve ser concluído em 12 meses: “Os agentes foram treinados para visitar cada imóvel, sempre mantendo o devido distanciamento e as medidas de segurança nesse período de pandemia. O objetivo principal é atualizar os dados cadastrais de nossa base de clientes, traçar um perfil desses moradores para que a comunicação e o atendimento sejam mais eficazes, e cadastrar novos clientes que porventura ainda não estiverem em nossos cadastros.”

“Importante lembrar que o recadastramento é gratuito, não incidindo valor para o cliente. Todos os agentes estão identificados por meio de crachás e uniformes próprios e, além disso enfatizamos que, em nenhum momento informações financeiras serão solicitadas ao cliente,”, explica Raniere.

No momento da visita, é importante que o cliente apresente o original ou cópia dos seguintes documentos: CPF, RG Dados do imóvel (contrato de compra e venda ou contrato de aluguel) ou a conta de energia. Todos os documentos devem estar no nome do titular da fatura da BRK Ambiental. Em caso de o usuário não estar presente no ato da visita, os agentes retornarão em outro momento para uma nova tentativa. As visitas acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e sábados das 9h às 13h.

Ter uma base de dados atualizada é importante tanto para a empresa quanto para o cliente já que, com isso, é possível agilizar os atendimentos e personalizar os serviços prestados. “A não atualização pode gerar dificuldades para a localização do usuário e do imóvel, comprometendo o prazo de atendimento de algum serviço solicitado.  Se o imóvel foi vendido ou alugado, deverá ter os dados dos responsáveis atualizados. Assim podemos garantir um melhor atendimento”, finaliza Raniere Siqueira, responsável pela área comercial da BRK Ambiental no Maranhão.