Com o vice-governador, Paulo Victor dialoga com feirantes e participa de entrega de pescados

Vice-governador Carlos Brandão e o vereador Paulo Victor conversando com seu Jurubeba

 

No domingo (28), o vereador Paulo Victor (PCdoB), acompanhando o vice-governador Carlos Brandão, participou de agendas no Polo Coroadinho. No primeiro momento, o parlamentar esteve no mercado do bairro onde dialogou com feirantes e consumidores. Logo após, esteve na entrega de duas toneladas de pescado aos moradores do Bom Jesus – realizada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (Saf), em parceria com o Instituto Dica Ferreira.

 

“Como vereador de São Luís, estamos sempre perto das comunidades, acompanhando as ações em prol de nossa gente. E começamos o domingo visitando o Mercado do Coroadinho, com o vice-governador Carlos Brandão, demais parlamentes e amigos. Boa conversa com o povo e constatação de auxílio aos que mais precisam”, disse.

 

“São ações importantes de segurança alimentar, que, além de salvar vidas e gerar empregos, têm a preocupação de também fornecer alimentação para as pessoas que mais precisam”, destacou Brandão.

 

Também estiveram presentes os vereadores Marlon Botão e Thyago Freitas, além do secretário adjunto da Secretaria da Agricultura Familiar, Ivaldo Rodrigues; a secretária estadual da Juventude, Tatiana Pereira; líderes comunitários e pessoas engajadas com a comunidade.

Vereador Paulo Victor com amigos na feira do coroadinho

Vereador Paulo Victor com amigos na feira do coroadinho

 

No dia da consciência negra o pedagogo e líder religioso Mariano Frazão presta homenagem a grandes nomes na luta pelos direitos da população negra do Maranhão.

São eles: Euclides Menezes, Elisângela Cardoso, Professor Luizão, Maria Aragão, dona Rosalina(casa de nagô) , dona Celeste(casa das minas) e o professor Magno Cruz.

Na sexta-feira (19) , através das redes sociais do centro de matriz africana “Ilé Ewé Omo D’Òsányìn Amãhousú” o vodunsu hunsúdahou Mariano Frazão homenageou personalidades maranhenses que lutaram por direitos humanos em uma série de segmentos de resistência.

O terreiro que fica localizado na região da Vila Embratel vem sendo notado como uma casa de tambor de mina “tradicional” estando lado a lado com grandes casas de culto de matriz africana que fizeram história pelo louvor aos voduns, encantados e gentis.

Fundada em 1999 no dia 04 de Dezembro o terreiro completará este ano 22 anos de existência, com histórias e memórias de uma vida voltada ao sagrado com muito fervor e devoção.

Na imagem Sr. Mariano Frazão com alguns de seus filhos de santo no antigo barracão onde se localizava o "ilê"

Na imagem Sr. Mariano Frazão com alguns de seus filhos de santo no antigo barracão onde se localizava o “ilê”

O terreiro é regido pelos voduns Òsányín e Iansa, com uma levada “nagô-vodun” o mesmo tem mantido as tradições de seus ancestrais e lutado pelas causas da população de terreiro e também da população afrobrasileira que é maioria no culto ao sagrado.

Parafraseando o texto de 20 de novembro “Como já dizia Ferreira Gullar; Somos muitos milhões de homens
comuns
e podemos formar uma muralha
com nossos corpos de sonho e margaridas, dessa forma, compreendemos que é preciso estarmos juntos para lutarmos por nossos ideais de vida e sociedade.”

Dessa forma, se fez a homenagem de dia da consciência negra. Que mais textos como esse possam enriquecer as páginas da história do nosso Estado. Como se diz em Yoruba “adupé” (obrigado)

Viva a consciência negra

 

 

 

Vereador Chaguinhas se reúne com representantes do INSS em prol dos servidores exonerados da Câmara

Vereador Chaguinhas se reúne com representantes do INSS em prol dos servidores exonerados da Câmara

O vereador Chaguinhas (Podemos) esteve, nesta sexta-feira (19), em reunião com o gerente executivo do INSS em São Luís, Luís Carlos Silva; e com o procurador da Advocacia Geral da União (AGU), Ibraim Djalma Melo Costa; para tratar sobre mecanismos de viabilidade para firmar Acordo de Cooperação Técnica entre o INSS e a Câmara Municipal da capital.

O acordo, além de poder representar todos os cidadãos ludovicenses, também visa analisar a situação dos funcionários que serviram à Câmara, ao longo dos anos, mas foram exonerados por determinação judicial, no mês de junho.

A ideia também abrange a criação de um polo avançado de atendimento aos servidores na própria casa legislativa, proposta também solicitada pelo vereador Paulo Victor (PCdoB), que também tem trabalhado em busca de soluções para a situação.

O vereador Chaguinhas demonstrou muita preocupação com os servidores exonerados e afirmou que acredita que essas medidas aliviarão a dor de muitas famílias que atualmente passam por dificuldades financeiras e precisam de ajuda para manter o orçamento de suas casas.

Vereadores se unem para resolver situação de ex-servidores da Câmara de São Luís

Vereadores se unem para resolver situação de ex-servidores da Câmara de São Luís

Vereadores se unem para resolver situação de ex-servidores da Câmara de São Luís

Chaguinhas anuncia doação do 13º salário e Paulo Victor propõe acordo de cooperação técnica para garantir aposentadoria aos exonerados

O vereador Paulo Victor (PCdoB) comentou, na manhã desta quarta-feira (10), durante sessão plenária da Câmara Municipal de São Luís, o indicativo de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT), junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para que a Casa Legislativa possa resolver a situação de alguns dos 114 funcionários que prestavam serviços ao longo dos anos na Câmara, mas foram exonerados por determinação judicial, no mês de junho.

O comentário de Paulo Victor ocorreu depois que o vereador Francisco Chaguinhas (Podemos) manifestou em plenário a triste situação que está sendo vivida por alguns dos exonerados.

“São pessoas que contribuíram com o funcionamento desta Casa, mas foram mandadas embora sem nenhum direito. Algumas delas, por exemplo, possuem mais de 30 anos de serviços prestados, mas não conseguem arrumar trabalho por conta da idade avançada. A situação é grave e precisamos ter empatia com esses ex-servidores”, disse Chaguinhas afirmando, inclusive, que estaria doando todo o seu 13º salário para ajudar.

Logo após a manifestação do colega de parlamento, Paulo Victor afirmou que também vai doar o salário para auxiliar alguns desses ex-servidores.

“Parabenizo o nobre vereador Francisco Chaguinhas pela atitude e quero dizer que também estarei fazendo a doação do meu 13º salário para contribuir com a causa que é ajudar os antigos servidores desta Casa”, frisou.

Paulo Victor disse ainda que esteve com o procurador da Advocacia Geral da União (AGU), Ibraim Djalma Melo Costa, vendo a possibilidade da assinatura de acordo de cooperação técnica que poderá ajudar na aposentadoria de alguns deles que já estavam com tempo de contribuição no INSS.

Gutemberg é acusado de usar emenda em troca de voto

Gutemberg é acusado de usar emenda em troca de voto

Gutemberg é acusado de usar emenda em troca de voto

Foto: Dr. Gutemberg usa pasta de seu ex-assessor para montar esquema de compra de votos para sua eleição na Câmara. Caso pode colocar o MP dentro do governo Braide (Foto: Reprodução)

O vereador Paulo Victor (PCdoB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís, na manhã desta segunda-feira (8), para fazer uma grave denúncia: um suposto esquema de uso de emenda parlamentar em troca de voto na disputa pela Mesa Diretora da Casa.

O parlamentar acusou o colega de plenário, vereador Dr. Gutemberg (PSC), de usar a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), de onde estariam sendo liberados os recursos públicos, para a ‘compra’ de votos em torno de sua candidatura.

“É legítimo que qualquer candidato à Presidência utilize qualquer ferramenta externa com decência, prudência e ética. Mas o que a gente vive hoje na Câmara Municipal precisa ser externado para a sociedade. Todos os vereadores aqui sabem que a gente se comunica entre si, diariamente e diuturnamente, seja em bloco, seja rachado, seja da forma que está, mas a gente precisa externar para a sociedade a crueldade que está acontecendo”, destacou.

Paulo Victor disse que comunicou o presidente da Casa e os demais colegas que disputam a Mesa, mas avisou que vai protocolar um pedido de audiência pública para convocar o Ministério Público visando discutir a questão envolvendo a pasta de um secretário que foi chefe de gabinete do vereador Dr. Gutemberg.

“Eu não peço cobertas em torno disso, mas de todas as pessoas que já declararam apoio a Paulo Victor, nenhuma recebeu emenda parlamentar. Absolutamente nenhuma. Então, de fato, a partir de hoje, eu começo a trazer isso. Eu não sou de utilizar a tribuna, mas existe um comboio em ferramentas, que também passa pela Secretaria de Segurança Alimentar, cujo secretário é indicação do vereador Dr. Gutemberg e foi chefe de gabinete do parlamentar nesta Casa. É por meio desta pasta que todas as emendas parlamentares estão passando. Sendo assim, a gente começa a externar o que está acontecendo. É necessário que se respeite a atuação de cada candidato à Presidência dessa Casa. Trago isso para que se faça uma equiparação de valores que não são valores materiais, mas, sim, valores morais”, completou.